Ex vereador Joaquim da Rocinha critica decisão do Prefeito Vilmar Cappellaro em fechar escolas do interior de Lagoa Grande(PE) e, diz que é questão política

DSC00411

Diante do anúncio de fechamento de pelo menos 4 escolas na região de Jutai interior de Lagoa Grande(PE), o ex vereador Joaquim da Rocinha(PV) vem batendo forte na decisão do prefeito Vilmar Cappellaro(PMDB) e do secretário de Educação Willian Cesar.

As escolas municipais que serão fechadas são: Maria Juvanete Gomes de Alencar Viana, na comunidades de Rocinha, Escola Jorgito Pereira de Miranda na comunidade de Salinas, Sancho Pereira em Sombrio e Zózimo Antunes em São Mateus.

Para o ex vereador, esta é uma decisão equivocada e prejudicial, onde os alunos sairão de suas comunidades  aonde tem escolas, para serem removidos para Jutaí ou Açude Saco, a exemplo dos alunos da Rocinha que terão que ir estudar em Açude Saco.

“Tirar os alunos de perto das suas casas onde tem escolas com o ensino considerado bom na qualidade e desenvolvimento e, isso se comprova pelos números de avaliações do IDEB,  para estudar distante, trará prejuízo sim, esses alunos terão que acordar muito cedo e passarão muito mais tempo rodando dentro de um carro para chegar a escola, sem contar que há crianças bastante pequenas para ir estudar tão longe de casa e nessas condições, já que o transporte não dispõe de um acompanhante dentro do carro pra cuidar dessas crianças”, enfatizou Joaquim da Rocinha.

Outras duas questões levantadas por Joaquim da Rocinha, é o prejuízo para os cofres do município, já que as  escolas foram totalmente reconstruídas na gestão passada e, no entanto, esses prédios serão abandonados e a segunda questão é que os pais de alunos são contra a essa decisão e prometem resistir para isso não acontecer, já que não há motivos de falta de desenvolvimento no aprendizado dos alunos, assim como, vem sendo colocado pela secretaria de educação.

“O município terá prejuízo, porque as escolas foram reconstruídas, gastou recursos pra isso e, no entanto, esses prédio com uma grande estrutura serão abandonados. Os pais de alunos estão indignados e pretendem  lutar para isso não acontecer, já que seus filhos estão tendo um desenvolvimento bom nessas escolas. Essa decisão está parecendo uma decisão política”, pontou Joaquim.

Vale destacar que com o fechamento das escolas consequentemente as rotas do transporte escolar sofrerão aumento e o custo para o município deve aumentar.

3 comentários em “Ex vereador Joaquim da Rocinha critica decisão do Prefeito Vilmar Cappellaro em fechar escolas do interior de Lagoa Grande(PE) e, diz que é questão política

  1. Isso vale para a população aprender que quem conhece as necessidades e sofrimentos do povo do Sertão, é quem nasceu na região e vive essas situações. Porém quando foram escolher seu representante, optaram por alguém do Sul do País e que vive uma outra realidade. Só lamento!!!

  2. Eu apoio a decisão do prefeito e do secretário, escolas pequenas onde todos os alunos ficam amontoados em apenas uma sala de aula, com varias series diferentes não é bom para o aprendizado do aluno. Cada série em sua respectiva sala. Já estava mais que na hora de ter fechado.

  3. Eu nasci na região Maria Zuleide, e estudei em uma das respectivas escolas que irão fechar, e te digo com toda convicção o quanto fui prejudicada por ensino um ensino, onde todas as crianças e várias séries diferentes ficam em apenas uma sala de aula com uma única professora, que não tem condições nenhuma de dar a atenção devida ao aluno em questão. O prefeito e o secretário fizeram algo que já deveria ter sido feito muito antes, parabéns a eles. Só acho que ter tirado a ambulância da região de Jutai uma decisão muito ruim, a população precisa é muito desse serviço de saúde, mas sobre a questão das escolas ele está fazendo o correto .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *