Daniel Coelho: “Lugar de político condenado não é disputando eleição, é cumprindo sua pena”

DC1

Em seu primeiro discurso na tribuna da Câmara dos Deputados em 2018, o deputado federal Daniel Coelho (PSDB-PE) fez duras críticas a ausência de parlamentares nas sessões da primeira semana legislativa deste ano. Também saiu em defesa da Lei da Ficha Limpa, alertando sobre a necessidade de se lutar para o cumprimento da legislação, que impede políticos condenados em segunda instância de se candidatarem a cargos públicos. “Lugar de político condenado não é disputando eleição, é cumprindo sua pena”, afirmou.

“Dezenas de deputados têm vindo à tribuna, de diversos partidos, atacando a lei da ficha limpa, a ação da justiça e todas as medidas de combate à corrupção conquistadas pela sociedade brasileira. Quando a Lei da Ficha Limpa foi aprovada, lá atrás, todos bateram palmas. Quando a gente se aproxima da eleição e diversas lideranças importantes de diversos partidos políticos estão enrolados com a Justiça porque cometeram atos de corrupção, o que a gente vê no Parlamento são ditos representantes do povo que atacam a Justiça, o judiciário e a Lei da Ficha Limpa”, destacou.

Segundo Daniel, este ano seu compromisso será o de lutar para manter “as conquistas da sociedade e a Lei da Ficha Limpa”. “Lugar de político condenado não é disputando eleição, é cumprindo sua pena. Pouco me interessa se é do PT, do PSDB, do PMDB. Não me interessa o partido, não me interessa quem é. O parlamento não pode ser instrumento de acordo de impunidade, finalizou.

PARLAMENTO DESCOMPROMISSADO

No mesmo discurso, Daniel Coelho fez críticas à ausência de parlamentares nas primeiras sessões do ano, o que tem impedido o Congresso de votar qualquer matéria. “Essa casa parece se distanciar cada vez mais do que deseja a população brasileira. Dia 6 de fevereiro às 19h06, e até agora o Congresso Nacional não discutiu, não avançou nenhuma matéria. A gente sabe que o ano legislativo já devia ter começado na semana passada, na quinta-feira, e a sessão não foi convocada. No dia de ontem, uma presença muito baixa e a essa hora, às 7 da noite, apenas 68 deputados de 513 com sua presença confirmada. Mostra realmente o pouco compromisso que está se tendo com a população brasileira”, criticou Daniel Coelho.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *