Dia Internacional da mulher “queremos mais que flores, queremos luta”

iwd_logo

O dia internacional da mulher deve ser marcado por luta e reafirmação dos direitos já conquistados. Todos os dias saímos de casa com a certeza que precisamos lutar pelo nosso espaço na sociedade e em seus diversos campos.

Não somos, e nem admitimos mais vestir a roupa do sexo “frágil”, estamos na política, no judiciário, nas padarias, nas ruas, enfrentamos dupla jornada, violências reais, veladas, piadas machistas, definitivamente nós somos fortes! Não queremos apanhar, e nem ser caladas em nossos discursos, somos sujeitos de direitos, e só queremos alcançar a merecida igualdade constitucional.

Construímos a comunidade que vivemos, em cada canto dela tem a nossa marca, somos engenheiras, advogadas, donas de casa, padeiras, cientistas, mães, filhas, esposas, netas, e queremos ser reconhecidas com respeito, queremos que a nossa liberdade não seja motivo de diminuição dos nossos direitos, não queremos morrer por pura misoginia, queremos viver, queremos amor, liberdade e vida!

Ariana Andrade de Carvalho
Professora/Advogada – Ativista na defesa dos direitos das mulheres

Mulheres Rurais contra a Reforma da Previdência

caminhada em caetes

O 8 de Março – Dia Internacional da Mulher – não é um dia de festa, mas de luta e resistência. A data traz, em sua essência, a força da mulher ao colocar em pauta, todos os dias, os seus direitos. A partir dessa reflexão, o Movimento Sindical dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (MSTTR) de Pernambuco decidiu, neste mês, debater, em diferentes espaços, o tema da Reforma da Previdência.  Isso por perceber que essa é uma discussão fundamental para as mulheres, pois elas serão as mais atingidas pelas propostas apresentadas pelo (des)governo Temer.

A diretora de Política para as Mulheres da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Pernambuco (Fetape), Maria Jenusi Marques, pontua que esse é mais um momento importante para as trabalhadoras mostrarem sua grandeza e sua força. “Se essa Reforma passar como está sendo proposta, as mulheres serão extremamente prejudicadas. Eles estão querendo elevar a idade mínima da aposentadoria, para as mulheres, de 55 anos para 65, desconsiderando a dupla jornada dessas trabalhadoras; também vão aumentar o tempo de contribuição de 15 para 25 anos; além de não permitirem que benefícios sejam acumulados”, explica.

Por isso, em dezenas de municípios do estado, os Sindicatos dos Trabalhadores e das Trabalhadoras Rurais (STTRs) filiados à Fetape estarão realizando , em parceria com diferentes organizações do campo e da cidade,uma série de ações, entre as quais caminhadas, audiências públicas, debates, abaixo-assinados, colocando na pauta social das três regiões, a ameaça que Reforma da Previdência representa  para a vida das mulheres.

O objetivo é fazer ecoar o grito:  “NÃO À REFORMA DA PREVIDÊNCIA”. Para o MSTTR, se essas propostas forem aprovadas como o Governo Federal está querendo, a produção de alimentos e a economia dos municípios sofrerão um grande impacto, pois a aposentadoria rural é a maior responsável pela circulação dos recursos que possibilitam o desenvolvimento das cidades do interior.

Casa Zeferino Nunes: Novinho Carteiro recebe hoje(07) Título de Cidadão Lagoagrandense

14732235_309105882809272_811582716985953092_n

A sessão de desta terça(07) será de grandes emoções na Casa Zeferino Nunes em Lagoa Grande(PE).

Um dos momentos mais esperados na sessão de hoje é a entrega do Título de Cidadão Lagoagrandense a Fábio Vieira da Silva, popularmente conhecido por Novinho Carteiro.

A outorga do título é de autoria da vereadora Edneuza Lafaiete(PTB) e é um reconhecimento pelo bons e relevantes serviços que Novinho tem prestado e colaborado com o desenvolvimento do município de Lagoa Grande.

O título foi aprovado por unanimidade.

Não é notícia do Sensacionalista: homem rouba para ser preso e fugir da esposa

F2595

O americano Lawrence John Ripple, de 70 anos, disse a seguinte frase ao ser preso: “preferia estar na cadeia do que em casa”. E foi isso mesmo que ele conseguiu!

Depois de roubar um banco, no Kansas, Estados Unidos, Lawrence acabou na cadeia. O crime aconteceu em setembro de 2016. De acordo com informações da Associated Press, o homem foi categórico ao afirmar que roubou para ser preso e ficar longe de sua esposa.

Neste crime, Lawrence Ripple roubou cerca de 3 mil dólares, aproximadamente 9500 reais. Ele estava armado e entregou um bilhete ameaçador ao funcionário que estava no caixa da instituição financeira, comunicando o assalto.

Depois de pegar o dinheiro, ele se sentou na entrada do banco e se entregou para o guarda, dizendo que ele era a pessoa por quem a polícia iria procurar. Totalmente despreocupado, o homem foi detido e, ao chegar à delegacia, disse às autoridades que seu desejo era ser preso para fugir do convívio com a esposa.

Antes do crime

Antes de roubar o banco, Lawrence havia deixado um bilhete para sua mulher em casa, no qual dizia: “Prefiro estar na cadeia do que em casa”. No tribunal, ele se admitiu culpado pelo crime e ressaltou a vontade de se afastar da esposa. O julgamento ainda não foi concluído, mas é possível que o homem receba uma sentença de até 20 anos de prisão.

Motivações do crime

Essa curiosa notícia chamou a atenção dos moradores de Kansas City, no Estado do Missouri. A motivação do crime foi uma surpresa até mesmo para a polícia. Ao que parece, Lawrence foi longe demais para se afastar da esposa. Afinal, ele poderia simplesmente ter ido embora de casa.

No dia do assalto ao banco, Lawrence e sua esposa, de apenas 33 anos de idade, tinham brigado por causa da máquina de lavar. De acordo com a emissora de TV WWLP, Lawrence deveria ter consertado a máquina, o que obviamente não aconteceu, e isso teria irritado sua mulher.

O policial Kelli Bailiff, do departamento de polícia local, disse que nunca havia presenciado um caso parecido em 33 anos de trabalho. O assaltante agora espera o julgamento final do caso em uma prisão federal em Leavenworth, em Washington.

Lawrence foi formalmente acusado de assalto a uma agência do Bank of Labour. Agora a pergunta que não quer calar: por que Lawrence não pediu o divórcio? Isso é um mistério!

Fontes: G1 e Veja.

Vereador pede pausa no trabalho para sexo

F9252

Um vereador da Suécia lançou uma proposta inusitada na câmara: a de que as pessoas tivessem uma hora livre no trabalho para fazer sexo. Per-Erik Muskos afirmou que a sociedade moderna tem impossibilitado que os casais tenham tempo livre suficiente para ficar juntos, para melhorar seus relacionamentos e fazer mais sexo. Por isso, ele resolveu levar essa discussão para o campo político.

O vereador disse que os suecos deveriam ser autorizados a ter uma pausa no trabalho, de aproximadamente uma hora, para encontrarem seus parceiros para terem relações sexuais. O político atua na câmara de uma pequena cidade do país europeu.

Ele ainda citou que existem estudos que comprovam que o sexo é saudável para os seres humanos. O vereador tem 42 anos e se candidatou pela cidade de Overtornea, localizada ao norte da Suécia. Durante sessão oficial, o vereador apresentou uma moção para a pausa sexual.

Justificativas

Per-Erik Muskos apresentou suas justificativas para a tal moção. Em declarações à agência francesa AFP, ele afirmou que sua proposta visa “melhorar as relações pessoais dos cidadãos”. Ele acredita que, com mais sexo, as pessoas terão relacionamentos melhores.

O vereador também disse que sua ideia não é que as empresas tenham que verificar se os funcionários estão realmente utilizando o tempo livre para fazer sexo. Será necessário estabelecer uma relação de confiança entre empresas e trabalhadores.

Carga horária de trabalho

No contexto mundial, os finlandeses, os franceses e os suecos são os que trabalham menos horas. No caso dos suecos, eles têm uma carga horária de cerca de 1.685 horas.

A proposta do vereador do partido social-democrata deve instituir uma hora de pausa remunerada no trabalho para que os suecos façam sexo todos os dias. Essa pode ser uma boa medida para um povo que vive em uma região onde as temperaturas variam entre os 9 e os 18 graus negativos.

O vereador acredita que a proposta será aceita, pois é generosa e benéfica para a saúde. Contudo, alguns membros de seu partido já sinalizaram que a moção é bastante polêmica e de difícil aceitação.

A cidade de Overtornea tem apenas dois mil habitantes. Uma coisa é certa: o vereador Per-Erik Muskos já conquistou seu momento de popularidade e fama, tanto no pequeno município quanto nas redes sociais.

Fonte: Nsd.se.

Anitta mete ‘pé na jaca’ e come muito após maratona no Carnaval: ‘Exagero’

capturar2

Anitta trabalhou muito durante o Carnaval e agora está aproveitando suas devidas férias. Nesta segunda-feira, 6, a cantora postou alguns vídeos no Instagram Stories em que aparece “batendo um pratão” com batatas fritas e cachorro quente em uma lanchonete de Los Angeles. “Olha o exagero de catchup. Olha o tamanho desse cachorro quente. O que é isso Anitta?”, pergunta uma amiga no vídeo. Ela responde: “Férias!”.

Mas se engana quem pensa que a artista está simplesmente descansando. Nada disso. Ela já avisou que pretende trabalhar muito enquanto estiver nos Estados Unidos. “Vou para Los Angeles estudar inglês, fazer reuniões para lançar minha carreira internacional. Vou ficar 18 dias, acho”.  Não é a toa que a poderosa se tornou uma das cantoras de mais sucesso no Brasil.

Famosos.

 

Casa Zeferino Nunes concedi Título de Cidadão Lagoagrandense ao ex vereador Erasmo Farias

O ex vereador Erasmo Farias e sua filha a vereadora Rosa Farias

O ex vereador Erasmo Farias e sua filha a vereadora Rosa Farias

Na sessão desta terça(14), a primeira sessão da nova legislatura da Casa Zeferino Nunes, um ilustre cidadão foi agraciado com Título de Cidadão Lagoagrandense.

Através do Projeto de Decreto de Lei do Legislativo 01/2017, aprovado por unanimidade, a Casa Zeferino Nunes concedeu o Título de Cidadão Lagoagrandense ao ex vereador e ex-presidente do legislativo, Erasmo Farias e Silva(PSB).

A outorga do título é de autoria do vereador Vavá(PSB) e foi bastante comentado e elogiado pelos ex colegas de bancada daquela casa legislativa na sessão desta terça.

O título é um reconhecimento aos bons e relevantes serviços já prestados pelo ex vereador para o desenvolvimento do município.

O decano Erasmo Farias, dono de cinco mandatos consecutivos de vereador, e três vezes presidente do legislativo, teve sempre o respeito de todos os colegas do legislativo e da população pela sua postura inabalável, invejável e transparente de um político comprometido com o povo, como político e como cidadão.

Ele nasceu no dia 02 de maio de 1943 na Fazenda Caieiras no Distrito de Riacho das Almas na cidade de Caruaru – PE, chegou em Lagoa Grande ainda quando esta cidade ainda era distrito de Santa Maria da Boa Vista e participou do movimento que a transformou em cidade emancipada.