Secretária de Saúde de Santa Maria da Boa Vista Michelly Bezerra, faz balanço dos primeiros seis meses a frente da pasta

DSC04140

Em Santa Maria da Boa Vista(PE), após se passarem seis meses de gestão do prefeito Humberto Mendes(PTB) a secretária municipal de Saúde Michelly Bezerra fala como foi encontrado o sistema de  saúde no município e como está funcionando.

“A gente tem tido o tempo de conhecer a realidade do município de Santa Maria, e conseguimos avançar em algumas melhorias e alguns serviços que estavam fechados, e não estavam funcionando já a algum tempo, conseguimos ampliar alguns serviços, agora que já passou essa fase de turbulência, a gente conheceu o território, saber as necessidades da população, agora a gente tá se planejando pra poder manter o que a gente conseguiu avançar e, trabalhar dentro do orçamento”, diz a secretária.

De acordo com  Michelly Bezerra, quando se fala de saúde o limite não é o céu, e a gestão tem como  objetivo trabalhar respeitando o orçamento que  tem, não deixando de garantir o que a população precisa em termos de serviços.

Dificuldades encontradas

“A princípio as principais dificuldades que a gente encontrou foi alguns serviços em que a gente teve que levantar toda parte de dívida pra gente não perder, por exemplo Celpe, várias contas do ano de 2016 pendente, alguns serviços como de lixo hospitalar, alguns fornecedores importantes, como oxigênio, serviço que a gente precisou fazer o levantamento de dívida pra gente poder arcar porque a gente não poderia ficar sem esses serviços”, frisa Michelly.

De acordo com a secretária Michelly, a segunda dificuldade encontrada foi vários serviços que foram fechados de outubro pra cá, como bloco cirúrgico, consultórios odontológicos, a demissão de vários enfermeiros nas unidades de saúde da família, e consequentemente, várias pessoas deixaram de ser atendidas durante esse período.

Com isso, a atual gestão teve que retomar, os programas, os profissionais e os serviços que era para garantir a rotina que a população necessitava.

Sucateamento

“E muitas coisas e bens sucateados, principalmente os transportes, a gente tinha assim…até a aquisição da ambulância que a gente conseguiu agora, a gente passou por muito aperreio em relação a ambulância, aos carros que são oficiais da saúde, pela quantidade de investimento que a gente precisou fazer em manutenção, porque a gente encontrou a situação muito ruim, então a gente priorizou nesses primeiros seis meses esses serviços, retomar a base da saúde, pra gente pensar em ampliar”, concluiu a secretária Michelly Bezerra.

Denúncia: Criança perde consulta em Recife por falta de marcação de uma passagem da Secretaria de Saúde de Lagoa Grande

Resultado de imagem para DENÚNCIA

Esta semana o Lagoa Grande Notícias recebeu uma denúncia em que dava conta que uma criança menor de idade, moradora do Assentamento Morro do Mel, interior de Lagoa Grande(PE), perdeu uma consulta em Recife devido a falta de marcação de uma passagem da Secretaria de Saúde do município.

A criança tem  probemas mentais, e tem dificuldades pra falar e também sofre de problemas auditivos.

A mesma teve consulta com um especialista em problemas auditivo e, no entanto, foi encaminhada para um cirurgião da área,  devido o problema auditivo foi solicitado um aparelho.

Uma vez feita a solicitação do aparelho, o equipamento demorou a chegar, onde consequentemente o exame da criança teve o prazo de validade vencido.

Diante disso, a criança teria que renovar o exame para retornar a lista de solicitação do aparelho através da  médica que acompanha o caso da menor.

Com isso, a consulta que seria para o dia 03/07 ás 14h em um  hospital do Recife, no entanto, a passagem não foi emitida e a menor perdeu a consulta, segundo a denúncia.

Segundo informações, a consulta novamente estaria sendo marcada presencialmente esta semana por uma pessoa ligada secretaria de saúde de Lagoa Grande no Hospital Agamenon Magalhães no Recife.

Após perder a consulta,  outra estaria sendo remarcado para o final do mês.

De acordo com informações obtidas, a consulta não poderia ser marcada para o final do mês, isso devido a marcação para a especialista especifica, somente será liberada a partir do dia 19 de julho, caso consiga  vaga, a criança iria ser atendida somente no mês de agosto sem data definida.

Sem saber quando poderia ir a Recife pra ter sua filha atendida,  a mãe entrou em estado de aflição devido ter perdido a data da consulta por falta da marcação da passagem que é feita pela Secretaria de Saúde do município.

De acordo com informações, a consulta é dificil devido ser marcada apenas uma única vez no mês, sem poder ser transferivel.

O Lagoa Grande Notícia, deixa o espaço aberto para a Secretaria de Saúde de Lagoa Grande-PE.

 

 

 

 

Projeto Criando Laços com Amor é lançado pela prefeitura de Ouricuri

19732031_1351920968222274_5338342086556247760_nO prefeito Ricardo Ramos através da secretaria municipal de saúde lançou as 09:00 da manhã desta última sexta-feira dia 30, o projeto ‘Criando Laços com Amor”, idealizado pela Drª Yanne Ramos, o projeto tem o objetivo de acompanhar crianças especiais, as quais irão receber mais atenção e melhorar sua qualidade de vida e vai atender 46 crianças com necessidades especiais, com problema auditivo, visual, mental e crianças que nasceram com microcefalia. O lançamento do projeto aconteceu na Policlínica Helena Barreto de Sá onde acontecera o acompanhamento das crianças, e contou com a presença do Prefeito Ricardo Ramos, da Vice-Prefeita Gildevania Melo, da Primeira Dama e Secretaria de Assistência Social Karol Barros, da Secretaria de Municipal de Saúde Gardiele Andrade, da Coordenadora de Saúde da Mulher e da Criança Valmery e demais autoridades.

“Quero nesse momento parabenizar todas as mães, pois a mãe é um ser muito especial, e fico feliz em ver os pais se empenhando e ajudando as mesmas a cuidarem dos seus filhos, e é muito importante essa interação, estamos aqui hoje plantando mais uma semente, que eu quero nela poder colher muitos frutos, para que eu possa ajudar OURICURI. Quando assumi o desafio de voltar a governar a nossa cidade, foi de poder olhar para aquelas pessoas menos favorecidas, que não tinham reconhecimento, pessoas que precisavam de um trabalho humanizado, carinhoso e com amor. Estamos lançando um projeto, quero que seja mais que um projeto, que seja a abertura de portas para as crianças que não tem atendimento adequado. Com o projeto “Criando Laços com Amor” quero que esse amor nos unam cada vez mais. Acrescentou O Prefeito Ricardo Ramos.

Para o prefeito Ricardo Ramos a sexta-feira 30 de Julho, foi um dia diferenciado, pois estava diante de um projeto que vai cuidar de 46 vidas, inocentes, indefesas e que precisam de um trabalho feito com muita dedicação de todas as secretarias. O município de Ouricuri conta com 12 crianças com paralisia cerebral, 11 com microcefalia, 4 com síndrome de Down, e outras necessidades.

Para Yanne Ramos idealizadora do projeto que também irá atender, é de muita importância o emprenho de todos na área saúde, finalizando agradecendo a oportunidade de poder realizar um sonho da sua saudosa mãe Maria Gorete Soares Ramos, e que a mesma está no céu muito feliz em seus dois filhos fazendo o bem aqui na terra. O lançamento do projeto foi regado de emoção e choro dos presentes a cada depoimento.

ASCOM – Assessoria de Comunicação

SAÚDE: “Estamos abandonados, jogados as traças”, diz o presidente do Conselho Municipal de Saúde de Lagoa Grande

DSC02255

Em Lagoa Grande(PE), a gestão do prefeito Vilmar Cappellaro(PMDB) tem demonstrado que ainda não acertou o rumo administrativo.

E um dos setores mais criticados tem sido a saúde que tem sido alvo de muitas críticas diante da precariedade em que se encontra.

O Conselho Municipal de Saúde tem atuado na fiscalização das ações e segundo o presidente a situação é lamentável e precária.

Um exemplo é o PSF de Jutai, onde estar sendo recomendado o fechamento daquela unidade de saúde.

“Eu visitei Jutai e o relatório que tá lá do PSF de Jutai é fechamento, é fechar, o relatório do conselho que deu lá é fechar o PSF de Jutai sabe porque?…lá não tem condições de funcionamento”, disse Francisco Gomes.

Ele citou que um PSF na comunidade de Madre Paulina estava sendo deposito de adubo, produtos agrícolas, e a gente determinou que tirasse,

Na visita feita a vermelhos o presidente do conselho considerou a situação da saúde como um caos e, citou o exemplo da cadeira do dentista que estava sendo molhada devido o telhado está quebrado.

“Em relação a saúde, estamos abandonados, jogados as traças”, dispara Francisco Gomes.

O presidente do Conselho de Saúde, fez uma grave denúncia de descaso na saúde envolvendo o lixo hospitalar que segundo o presidente não vem sendo recolhido pela empresa especializada.

“No PSF 7 e 10 que é aqui, tem bicho de bicheira entrando dentro da casa, bicho de bicheira, tem um quarto lá podre, com produto, com lixo hospitalar que apodrece e os bicho tão saindo pela porta e, entrando na sala médica, foi preciso varrer e parece tamparam agora, pra não passar mais”, denuncia Francisco.

De acordo com Francisco, a empresa responsável pelo recolhimento do lixo hospitalar ainda não foi contratada e o lixo que deveria ser recolhido a cada quinze dias desde o início da gestão não foi recolhido.

E ainda questiona: “Pra que tanta economia, pra matar o povo? ”

Para Francisco, Saúde não é despesa é investimento na melhoria de vida da população deve ser entendida de tal maneira. Ele disse ainda que ira acionar o ministério público diante dos descasos que vem ocorrendo no sistema de saúde municipal.

 

DENÚNCIA: Por falta de transporte na Secretaria de Saúde de Lagoa Grande, moradores do interior ficam sem atendimento médico

Imagem3Moradores de Barra Bonita e comunidades vizinhas no interior de Lagoa Grande(PE), que tinha agendamento para serem atendidas pelo médico hoje quinta-feira(11), ficaram sem atendimento  médico.

Após a Agente Comunitária de Saúde (ACS) daquela área ter comunicado aos moradores que haveria atendimento nesta quinta na comunidade de Barra Bonita, lamentavelmente ontem(10) a ACS foi obrigada a ter que voltar de casa em casa, avisando que não iria acontecer o atendimento médico como estava agendado, por falta de transporte na secretaria de saúde.

Este fato vem se repetindo em várias comunidades do interior, já houve caso que o próprio ACS para a comunidade não ficar sem atendimento, levou o médico em seu próprio carro.

Vale destacar que no plano de governo da atual gestão tem como meta, a implantação do consultório médico itinerante para atender a população na zona rural e assentamentos com difícil acesso.

Isso é uma vergonha!

Upae Garanhuns supera número de consultas médicas mais uma vez

UPAE RECORDE

Em Agosto de 2016, pouco mais de três anos após sua inauguração, a UPAE Garanhuns anunciava o recorde de 7.253 consultas médicas realizadas em um mês. De lá pra cá, manteve-se a média mensal, mas agora, novo recorde, o coordenador geral, Gustavo Amorim, anuncia que no mês de março, o número foi superado em quase 200 consultas, chegando à marca expressiva de 7.450 atendimentos médicos somente no ambulatório, em um mês.

NOVO RECORDE: Além das 7.450 Consultas Médicas, a UPAE Garanhuns ainda realizou 1.751 Consultas Não-Médicas (Enfermagem, Fonoaudiologia, Nutrição, Terapia Ocupacional  e Psicologia), 15.245 exames, 488 cirurgias e 1.223 Sessões de Fisioterapia. Segundo Amorim, o resultado é fruto do trabalho desempenhado pelos médicos, enfermeiros, técnicos, maqueiros, porteiros, seguranças, atendentes, pessoal do administrativo, terceirizados, coordenadores e demais funcionários.
“Aproveito para agradecer a parceria e compromisso da V GERES e das Secretarias de Saúde dos 21 municípios da nossa regional. E claro, ao IMIP Gestão e à Secretaria de Saúde do Governo do Estado” – Afirma o gestor, que conclui: “É gratificante ver o resultado do trabalho de todos que fazem a UPAE Garanhuns, proporcionando mais saúde e qualidade de vida para a população da Região.”

Saúde em Colapso: Esgoto estourado e fedentina em frente ao PSF do Bairro do Vasco se misturam com o descaso na saúde em Lagoa Grande

DSC02292

DSC02296

Em Lagoa Grande(PE) o descaso no sistema de saúde pública municipal é notório, o que vem gerando criticas ao governo do prefeito Vilmar Cappellaro(PMDB).

O descaso chega a ser alarmante, a saúde encontra-se em um verdadeiro colapso, um exemplo é, onde deveria se tratar de saúde encontra-se com foco de doença como se fosse um cartão postal.

É o caso do PSF do Bairro do Vasco,  uma lagoa  de esgoto estourado se formou em frente aquela unidade de saúde causando uma grande fedentina e incomodando  os moradores e  quem transita por ali diante do grande mal cheiro.

Além do esgoto estourado, um outro problema é o lixo acumulado naquele local  juntamente com muitos galhos de arvores.

O fato vem ocorrendo a alguns dias e sem nenhuma providência  a ser tomada por parte da Secretaria de Infraestrutura.

Isso é uma vergonha.

 

Paciente denuncia descaso no atendimento do Hospital HGU em Petrolina

18308678_694846814056606_1554417399_n

18336561_694846867389934_534471930_n

O Lagoa Grande Notícia recebeu reclamações da paciente Socorro Ramos por descaso no atendimento no Hospital Geral e Urgências – HGU em Petrolina, onde a mesma tem um plano de saúde.

A paciente que é técnica em enfermagem, relata que após sofrer um acidente de moto no final da tarde desta terça(02)  em uma estrada vicinal no interior de Lagoa Grande(PE), a mesma veio a machucar parte do pé e queimar uma das pernas e, ao ser levada para o HGU não teve atendimento adequado.

Ela disse que chegou no hospital HGU ás 17h e 30min e saiu ás 21 horas, após a demora, ao invés de ser atendida por um ortopedista, a mesma foi foi atendida por um otorrino que após dar um tratamento desdenhado a paciente, encaminhou a mesma para a realização de Raio -X e logo em seguida diagnosticou que a mesma não tinha sofrido nenhuma fratura no pé.

Hoje(03) pela manhã, a paciente Socorro Ramos sentindo dores foi até o Hospital de Urgências e Trauma em Petrolina sendo atendida e, ao realizar  raio-x foi constatado uma pequena fratura, sendo obrigada a ter o pé imobilizado.

Diante do descaso, a mesma disse que irá cancelar o plano de saúde conveniado com o referido hospital.

O nome do médico do HGU não foi citado pela paciente.

Com a palavra a direção do HGU.

 

 

Vice prefeito Ítalo Ferreira está confirmado para assumir a secretaria de saúde em Lagoa Grande contrariando discurso do prefeito Vilmar Cappellaro nas escolhas técnicas

thumbnail_COMICIO-JUTAI-1

Como o Lagoa Grande Notícias já tinha adiantado em primeira mão, o vice prefeito Italo Ferreira vai realmente assumir a Secretaria de municipal de Saúde de Lagoa Grande(PE).

Isso após falar aos quatro cantos do município que as nomeações no seu governo somente se dariam de preferência por pessoas técnicas, o prefeito Vilmar Cappellaro (PMDB) esquece tudo  ao colocar o vice prefeito Italo Ferreira no comando da secretaria de saúde.

Com isso, Cappellaro deixa de lado todos os critérios e conceitos técnicos para exercer funções dentro da sua gestão, já que o vice não é da área de saúde, diferentes de outras nomeações.

O vice prefeito já é dado como confirmado para assumir a pasta da saúde,  cargo este ocupado por seu pai, Severino Ferreira na gestão da ex-prefeita Rose Garziera, onde não foi tão bem avaliado pela população enquanto esteve a frente da referida secretaria.

Já estando a mais de cem dias do governo de Vilmar Cappellaro a secretaria de saúde é mais uma das secretarias que demonstra que a gestão ainda não encontrou rumo ou soluções para os problemas que Cappellaro em palanque dizia resolver, mesmo os mais simples, como por exemplo, um bom atendimento a população.

Com a difícil tarefa de mostrar melhorias, Ítalo assumi a partir do dia 8 dia maio e inclusive os funcionários da saúde já foram informados.

E olhe que ao ser noticiado que o vice prefeito poderia ir para este cargo em um blog da cidade ele disse surpreso com a noticia.

“Para mim foi uma surpresa o que saiu no blog, ainda não paramos para falar sobre essa questão do afastamento de Samara, após a Semana Santa vamos trabalhar esse tema, mas uma coisa certa, quando a secretária terminar a licença ela vai voltar o cargo”, disse o vice prefeito, Ítalo.

 

Secretaria de Saúde inicia campanha de vacinação contra a gripe em Araripina

BRF8092

Começou nesta segunda (24), em Araripina, a campanha de vacinação contra a gripe. As vacinas estão disponíveis em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS), Estratégias de Saúde da Família (ESF) e no Centro de Saúde do município. A campanha vai até o dia 26 de maio e o dia de mobilização nacional está marcado para o dia 13 do próximo mês.

Pessoas a partir de 60 anos, crianças de seis meses a menores de cinco anos, trabalhadores de saúde, professores das redes pública e privada, gestantes e mulheres com até 45 dias após o parto devem se vacinar. Portadores de doenças crônicas não transmissíveis, que inclui pessoas com deficiências específicas, funcionários do sistema prisional, bem como portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais também devem receber a vacina. É preciso apresentar da caderneta de vacinação e o cartão do SUS.

Influenza

A Influenza é uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório. É de elevada transmissibilidade e distribuição global, com tendência a se disseminar facilmente em epidemias sazonais.

A transmissão ocorre por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir, espirrar ou pelas mãos, que após contato com superfícies recém-condicionadas por secreções respiratórias pode levar o agente infeccioso direto a boca, olhos e nariz.

Fotos: Bruno Rostand / SECOM